Reduzir fonte Letra tamanho normal Aumentar fonte
  • Mapa do Site

  • Semana Santa - Tapetes de Flores


  • Túmulo D. Gaspar Barata de Mendonça


  • Túmulo D. Gaspar Barata de Mendonça


  • Oratório de Arte Namban


  • Túmulo D. Gaspar Barata de Mendonça


  • Semana Santa - Tapetes de Flores

Agenda Cultural

fevereiro 2020
Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
2
3
5
6
7
9
10
13
16
17
18
22
24
25
27
28

Convento e Igreja de Santa Maria da Caridade

Datada de 1571, esta igreja foi construída pelos monges Franciscanos da Província da Soledade.
Em 1676 é ampliada e reedificada por decisão de D. Gaspar Barata de Mendonça, primeiro Arcebispo da Baía e Primaz do Brasil. A nível arquitetónico, a igreja apresenta uma só nave de abóbada caleada, altar-mor e duas capelas laterais.
Na capela-mor, na abóboda do berço, chama-se a atenção para a pintura do brasão do Arcebispo da Baía, com as armas esquarteladas dos Mendonças, Vasconcelos, Mouras e Baratas.
O retábulo do altar-mor é de talha do século XVII. Os restos mortais de D. Gaspar Barata de Mendonça repousam num mausoléu assente sobre três leões e ao alto o brasão familiar.
No altar colateral, do lado da Epístola, encontra-se um retábulo-relicário com três pinturas sobre tela de Santa Clara, Santa Isabel e a Aparição da Virgem a S. Francisco (séc. XVII), na parte superior.
Neste altar pode ser apreciada a imagem original de Nossa Senhora da Caridade, em pedra, do século XIV, presume-se.
Dedicado a Nossa Senhora da Esperança, o altar colateral, do lado do Evangelho, exibe uma imagem desta Santa entre S. Pedro e S. Paulo.
Da parte baixa do altar fazia parte um raro Oratório de madeira lacada de negro e decoração a pó de ouro, prata e cobre, com incrustações de madrepérola, ferragens de cobre trabalhado e dourado e pintura a óleo sobre cobre, mas esta peça de arte NAMBAN encontrando-se agora guardada noutro local, por questões de segurança. O Oratório foi doado, a 7 de Setembro de 1670, por Dona Jerónima de Parada, viúva de Gaspar de Sousa Lacerda, que se encontra sepultada aos pés do altar.
Destaque para o relógio de sol colocado nos claustros, já muito raro no concelho do Sardoal.
Não deixe de visitar, também, a capela do Senhor dos Remédios, na Galilé, à direita, onde a atenção vai para o silhar de azulejos azuis e brancos (século XVIII) com figuras ornamentais e para os quatro painéis com os Passos de Cristo.

 

Acesso condicionado, pertence à Santa Casa da Misericórdia de Sardoal. Acessível na Semana Santa, com visitas marcadas - Contactar Posto de Turismo - ou dirigindo-se aos serviços da Santa Casa.

 

Localização: Largo do Convento - Sardoal

 

Festas religiosas:
Procissão dos Passos do Senhor, segundo domingo antes da Páscoa

 

Semana Santa:
Procissão dos Fogaréus, Quinta-feira Santa
Enterro do Senhor, Sexta-feira Santa

 

Senhor dos Remédios, segundo domingo depois da Páscoa

 

Visita Virtual disponível aqui

 

« Igrejas

 

 

 

 

comer ficar entreteni ca da terra